Prefeitura de Bequimão divulga Nota Ofício sobre empréstimo consignado no Banco do Brasil

O Prefeito Zé Martins, vem através da Secretaria de Administração, comunicar a Vossa Senhoria, que o convênio de empréstimo Consignado (CDC), entre a Prefeitura de Bequimão e o Banco do Brasil, foi encerrado definitivamente, em concordância entre as partes, conforme Ofício 003/2019-GAB, da Prefeitura e Notificação de Encerramento do Banco do Brasil, de 28/01/2019.

Portanto, solicitamos informar aos servidores que contrataram o referido empréstimo, que a Prefeitura não fará mais esses descontos em Folha de Pagamento, e a partir do pagamento do mês de Janeiro/19, os valores contratados serão descontados diretamente na conta corrente do servidor, pelo Banco do Brasil, na data da negociação estipulada em contrato.

Prefeitura de Bequimão e MP realizam campanha contra as drogas

No último  dia 20 de setembro, o Ministério Público em parceria com a Prefeitura de Bequimão, realizou mais uma etapa da Campanha Quem Escolhe seu Caminho?Você ou as Drogas?. A ação aconteceu na Unidade Integrada Sumaúma (anexo) no Povoado Marajatiua, zona rural do município.

A prefeitura de Bequimão disponibilizou o corpo técnico das Secretarias de Educação e Assistência Social para darem todo suporte necessário. A Secretaria de Educação foi representada pelo secretário Prof. Aristides França, e pela Profª. Solange, gestora da escola que mobilizou a comunidade escolar, organizou o espaço para o evento e delineou as apresentações culturais dos alunos. A Secretaria de Assistência Social foi representada pelo CREAS e seu corpo técnico e administrativo.

O Núcleo de Cidadania de Adolescentes do Selo Unicef (JUVA) participou do evento dando apoio no cerimonial e fortalecendo a consciência dos adolescentes presentes na resistência às drogas.

A Câmara de Vereadores esteve representada pelo vereador prof. Zeca, que não tem medido esforços em trazer benefícios para a região.

A palestra magna intitulada “Quem escolhe seu caminho? Você ou as drogas?” ficou por conta da promotora de justiça de Bequimão, Dra. Raquel Madeira Reis. Na oportunidade a promotora falou da campanha estadual do Ministério Público que traz, além de orientações e informações sobre o risco das drogas, um concurso cultural de desenho, poesia e redação, que premia os melhores trabalhos.

Os alunos vencedores foram: na categoria desenho, o aluno Lucas de Jesus Costa. Na categoria redação, a aluna Kaylane Costa Rabelo. Patrocinaram a premiação as empresas A.S transportes, Lojão do Gaguinho e Comercial Manoel Moraes.

Os alunos trabalharam o tema diversas semanas na escola e na comunidade, e transformaram seus trabalhos em parodias, documentários e dramatizações que retrataram suas percepções sobre as drogas e as formas de enfrentamento. Um trabalho muito rico que emocionou a comunidade e os convidados.

Participaram da ação: alunos, professores das comunidades de Sumaúma, Buritirana, Vila do Meio e Tubarão (Alcântara).

 

Agricultores das comunidades de Marajá, Areal e Santa Tereza receberam curso de melhoramento da produção de farinha

Na última sexta-feira (31), foi encerrado o Curso de Melhoramento da Produção de Farinha de Mandioca, promovido pelo Sebrae-MA, por meio da Unidade Regional de Pinheiro, em parceria com a Prefeitura Municipal de Bequimão, através da Sala do Empreendedor com o apoio da Secretaria de Agricultura do município e do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Bequimão.

Foram certificados 21 pequenos produtores de farinha das comunidades de Marajá, Areal e Santa Tereza, da zona rural de Bequimão. A capacitação aconteceu no período de 28 a 31 de agosto, na comunidade quilombola de Marajá. O curso serviu para melhorar a produção e a qualidade da farinha que é um dos alimentos mais populares e consumidos no município, tendo a mandiocultura como uma das principais bases da economia local.

Para o Superintendente do Sebrae no Maranhão, a capacitação alavanca a produção e dá qualidade ao produto. “Essa capacitação foi mais uma ação inserida pelo Projeto DET (Desenvolvimento Econômico e Territorial) no Litoral Ocidental, que vem realizando uma série de capacitações e ações de mercado para desenvolver as principais vocações econômicas de cada município incluído nesse território”, explicou o diretor superintendente do Sebrae, João Martins.

Durante a capacitação, os produtores foram orientados para melhorar o aproveitamento do subproduto da mandioca, com a fabricação e produção de sabão, vinagre, molho de pimenta, adubação do solo, carrapaticida e pesticida para o controle de pragas e insetos que atacam as lavouras e ainda aprenderam a aproveitar o tucupi, líquido extraído da mandioca, que antes era desperdiçado. A capacitação foi ministrada pelo especialista em mandiocultura, engenheiro agrônomo e consultor do Sebrae, Nelson Alencar.