TRE-MA aprova contas de campanha de João Martins

O Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) aprovou, sem ressalvas, a prestação de contas da campanha do prefeito de Bequimão, João Martins (MDB). A sentença do processo nº 0600464-47.2020.6.10.0111 foi assinada pelo juiz Ivis Monteiro Costa, titular da 113ª Zona Eleitoral, no último dia 31.

Na decisão, o magistrado destaca que João Martins apresentou os documentos referentes à arrecadação e aplicação de recursos utilizados na campanha de 2020 dentro do prazo estabelecido pela Legislação. O documento ressalta ainda que o Ministério Público Eleitoral (MPE) manifestou-se favorável pela aprovação das contas do prefeito de Bequimão.

“(…) em consonância com o parecer do Ministério Público Eleitoral e, em virtude de estarem regulares, decido pela APROVAÇÃO das contas de JOÃO BATISTA MARTINS, com base no art. 30, I, da Lei nº 9.504/1997 c/c art. 74, I, da Resolução TSE nº 23.607/2019, sem prejuízo do disposto no artigo 75 da Res. TSE nº 23.607/2019”, concluiu o juiz Ivis Monteiro Costa ao proferir a sentença.

Confira a íntegra da decisão

Prefeito eleito, João Martins, agradece votação

O prefeito eleito de Bequimão, João Martins (MDB), divulgou, neste domingo (22), um vídeo em agradecimento à população do município pela votação expressiva recebida no dia 15 de novembro. O emedebista e o vice-prefeito eleito, Magal (PT), foram escolhidos por 7.412 eleitores, para administrar Bequimão a partir de 2021. O número representa 50,71% do eleitorado.

“Olá, irmãos e irmãs de Bequimão. Venho aqui agradecer os 7.412 votos que vocês confiaram a mim e a Magal, no último dia 15 de novembro. Durante toda a campanha, visitamos bairros, povoados e ruas de nosso município. Eu, inclusive, estive na sua casa, onde fui muito bem recebido e assumimos o compromisso de continuarmos trabalhando, junto com a comunidade, pelo desenvolvimento do nosso município.” — João Martins

Ao todo, 15.260 bequimãoenses compareceram às urnas de Bequimão este ano. O percentual de eleitores que participou do processo democrático de escolha dos novos prefeito e vice-prefeito do município foi de 81,57%. Já a taxa de abstenção ficou em 18,43% (3.448 eleitores). Nesta fatia do eleitorado, poderiam ser incluídos votos brancos e nulos e ainda os eleitores que estariam indecisos e, por alguma razão, não compareceram às 53 seções eleitorais instaladas no município.

Acompanhe a cobertura das eleições

A análise aprofundada dos números dimensiona a larga vantagem de João Martins e Magal sobre os adversários. Mesmo que todos os eleitores que se abstiveram do processo eleitoral tivessem comparecido às urnas e o segundo ou o terceiro colocado concentrasse esses votos, ainda sim oposicionistas teriam sido derrotados pelos candidatos da Coligação “Juntos por Bequimão”.

Veja mais destaques da Tribuna

João Martins e Magal foram eleitos com uma diferença esmagadora de votos. O primeiro cenário mostra que os candidatos tiveram 3.778 votos à frente do segundo colocado, 25,85% a mais. Já o segundo cenário revela uma diferença de 4.186 votos, 28,64% a mais do que o terceiro colocado. A previsão das pesquisas se confirmou nas urnas: a população de Bequimão reconhece e confia no trabalho do grupo liderado pelo prefeito Zé Martins em prol do município e de seus habitantes.

“Essa vitória maiúscula retrata o reconhecimento da população ao trabalho que vem sendo realizado pelo nosso grupo político, em nossa terra. Reforço os nossos sinceros agradecimentos e convido você a continuar confiando e caminhando conosco, para construirmos #OMelhorPraBequimão.” — João Martins

Assista ao agradecimento de João Martins

Vice-prefeito eleito, Magal, agradece votação

O vice-prefeito eleito de Bequimão, Sidney Magal (PT), divulgou, neste domingo (22), um vídeo em agradecimento à população do município pela votação expressiva recebida no dia 15 de novembro. O petista e o prefeito eleito, João Martins (MDB), foram escolhidos por 7.412 eleitores, para administrar Bequimão a partir de 2021. O número representa 50,71% do eleitorado.

“Companheiros e companheiras de Bequimão, viemos hoje agradecer a cada um de vocês que junto somaram 7.412 votos de confiança e elegeram João Martins e Magal, com uma ampla vantagem. Isto só aumenta o nosso compromisso e responsabilidade com a nossa gente.” — Sidney Magal

Ao todo, 15.260 bequimãoenses compareceram às urnas de Bequimão este ano. O percentual de eleitores que participou do processo democrático de escolha dos novos prefeito e vice-prefeito do município foi de 81,57%. Já a taxa de abstenção ficou em 18,43% (3.448 eleitores). Nesta fatia do eleitorado, poderiam ser incluídos votos brancos e nulos e ainda os eleitores que estariam indecisos e, por alguma razão, não compareceram às 53 seções eleitorais instaladas no município.

Acompanhe a cobertura das eleições

A análise aprofundada dos números dimensiona a larga vantagem de Sidney Magal e João Martins sobre os seus adversários. Mesmo que todos eleitores que se abstiveram do processo eleitoral tivessem comparecido às urnas e o segundo ou o terceiro colocado concentrassem todos esses votos, ainda sim, seriam derrotados pelos candidatos da Coligação “Juntos por Bequimão.

Veja mais destaques da Tribuna

Sidney Magal e João Martins foram eleitos com uma diferença esmagadora de votos. O primeiro cenário mostra que os candidatos tiveram 3.778 votos à frente do segundo colocado, 25,85% a mais. Já o segundo cenário revela uma diferença de 4.186 votos, 28,64% a mais do que o terceiro colocado. A previsão das pesquisas se confirmou nas urnas: a população de Bequimão reconhece e confia no trabalho do grupo liderado pelo prefeito Zé Martins em prol do município e de seus habitantes.

“Tenham certeza que vocês escolheram #OMelhorPraBequimão. E, a partir de 1 de janeiro, estaremos juntos, construindo uma gestão participativa e transparente, como nos comprometemos durante toda a campanha. Muito obrigado a todos que estiveram conosco nesta caminhada vitoriosa . E fiquem tranquilos, eu e João Martins, trabalharemos dia e noite para fazer a melhor administração da história de Bequimão.” — Sidney Magal

Assista ao agradecimento de Magal