Tribuna de Bequimão

Bequimão está entre os 10 municípios maranhenses com melhor desempenho na vacinação contra H1N1

Campanha já alcançou 31,02% do público alvo (Foto: Divulgação / Prefeitura de Bequimão)

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) de Bequimão informou que o estoque da vacina contra o vírus influenza (H1N1) esgotou nessa terça-feira (24), no município. No anúncio, o órgão disse que já solicitou um novo lote ao Ministério da Saúde, por meio da Unidade Regional de Saúde (URS) e do Governo do Maranhão. Enquanto a nova remessa não chega, a população foi orientada a permanecer em casa, aguardando o comunicado de reabastecimento do estoque.

De acordo com o Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS), inicialmente foram disponibilizadas 1.800 doses da vacina para Bequimão. Nesta primeira etapa, o município precisa imunizar 5.802 pessoas contra o vírus causador da gripe e seus subtipos (influenza A e B), já que a vacina é classificada como trivalente. Entre os grupos prioritários desta fase estão: crianças de seis meses a menores de seis anos, idosos a partir de 60 anos e trabalhadores da saúde.

O relatório parcial de doses e cobertura, divulgado nesta quarta-feira (25) pelo DATASUS, revelou que o município já atingiu 31,02% do público alvo da primeira etapa. Esse percentual corresponde a cerca de 1800 pessoas imunizadas em apenas 48 horas. O desempenho pôs Bequimão entre os dez primeiros do Maranhão com maior percentual de vacinação. O município ocupa a sexta posição do ranking de imunização contra o vírus influenza, atrás somente de municípios como São José dos Basílios (36,06%), Nova Iorque (35,30%), Morros (34,33%), Bacuri (32,26%) e Guimarães (31,06%). Todos com público alvo inferior.

A demanda pela vacina se deve à incidência de casos do H1N1 no Estado. Segundo o último boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), o Maranhão contabiliza 22 casos confirmados e uma morte pela doença. “A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que, até o momento, o Maranhão contabilizou 22 casos confirmados de H1N1, por meio de exames laboratoriais. O estado notificou 10 óbitos, sendo um confirmado e dois descartados após análise das amostras feitas pelo Instituto Evandro Chagas, órgão vinculado à Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) do Ministério da Saúde (MS); outros sete seguem em investigação”, diz o boletim.

Mesmo não tendo eficácia contra o coronavírus, a vacina contra a influenza pode ser, ainda, uma forte aliada de profissionais da saúde na exclusão dos diagnósticos para a Covid-19, uma vez que as duas possuem sintomas semelhantes. Ao passo que reduz a previsível busca por serviços de saúde, a vacina também evita aglomerações e reduz significativamente o risco de contágio pelo coronavírus no ambiente hospitalar.

Bequimão iniciou a campanha de vacinação contra o vírus influenza (H1N1) na segunda-feira (23), com equipes da saúde espalhadas pelo município, para evitar aglomerações em tempos de coronavírus. A sede contou com quatro pontos de vacinação (Centro de Saúde Santo Antônio, Escola Minas Gerais, Escola Pedro Silva e Ginásio Poliesportivo). Já na zona rural, as equipes de imunização se concentraram nas Unidades Básicas de Saúde do Bebedouro, Mojó, Jacioca, Paricatiua, Santana e Areal).

Quase 2 mil pessoas imunizadas contra o H1N1 (Foto: Divulgação / Prefeitura de Bequimão)

0 comentário em “Bequimão está entre os 10 municípios maranhenses com melhor desempenho na vacinação contra H1N1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s